DE REPENTE

De repente o mundo é sacudido num sobressalto.

De repente esse era o cenário. Ruas vazias, e uma sensação de vazio se instala.

Em todos os noticiários temos a informação de um vírus altamente destruidor. Denominado Corona vírus, por ter surgido em 2019 recebe o nome de acovid-19.

street-g240e156e8_1920.jpg

O alerta ocorreu em 31 de dezembro de 2019, quando a OMS- Organização Mundial da Saúde recebe a notificação de vários casos de pneumonia na cidade de Wuhan, província de Hubei, na República Popular da China. Essa nova cepa, ou seja, um novo vírus do tipo do Corona, porém ainda não havia sido identificado em seres humanos.

De acordo com informações da OPAS(Organização Pano Americana de Saúde) e OMS (Organização Mundial de Saúde): Uma semana depois, em 7 de janeiro de 2020, as autoridades chinesas confirmaram que haviam identificado um novo tipo de coronavírus. Os coronavírus estão por toda parte. Eles são a segunda principal causa de resfriado comum (após rinovírus) e, até as últimas décadas, raramente causavam doenças mais graves em humanos do que o resfriado comum.

Ao todo, sete coronavírus humanos (HCoVs) já foram identificados: HCoV-229E, HCoV-OC43, HCoV-NL63, HCoV-HKU1, SARS-COV (que causa síndrome respiratória aguda grave), MERS-COV (que causa síndrome respiratória do Oriente Médio) e o, mais recente, novo coronavírus (que no início foi temporariamente nomeado 2019-nCoV e, em 11 de fevereiro de 2020, recebeu o nome de SARS-CoV-2). Esse novo coronavírus é responsável por causar a doença COVID-19.

Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional

 

Em 30 de janeiro de 2020, a OMS declarou que o surto do novo coronavírus constitui uma Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional (ESPII) – o mais alto nível de alerta da Organização, conforme previsto no Regulamento Sanitário Internacional. Essa decisão buscou aprimorar a coordenação, a cooperação e a solidariedade global para interromper a propagação do vírus. Essa decisão aprimora a coordenação, a cooperação e a solidariedade global para interromper a propagação do vírus.

Em 11 de março de 2020, a COVID-19 foi caracterizada pela OMS como uma pandemia. O termo “pandemia” se refere à distribuição geográfica de uma doença e não à sua gravidade. A designação reconhece que, no momento, existem surtos de COVID-19 em vários países e regiões do mundo.

Este breve introito é para dizer que o mundo virou de ponta cabeça, o que era normal se tornou anormal. Agora o normal era não à aglomeração, não ao abraço, não à circulação.

Sim ao recolhimento dentro de casa, à higienização das mãos, ao medidor de temperatura, ao álcool gel entre outros.

E o mundo “quase parou”, fomos convidados a mudar nossos hábitos. Hábitos de uma vida inteira, adquiridos a cada instante de nossas vidas.

Tivemos que nos recolher a nossa insignificância diante de um vírus, algo perigoso e invisível, uma ameaça que se tornou gigante e real.

Como explicar algo até então inimaginável. Não havia explicação, apenas aceitação. Sim, essa era a melhor solução para o caos que se instalou diante de nossos olhos aflitos vendo noticiários sensacionalistas e outros nem tanto. Porém, todos nos deixaram apreensivos diante da realidade nua e crua de que a Pandemia havia se instalado ceifando várias vidas.

Fonte: OPAS / OMS- ps://www.paho.org/pt/covid19/historico-da-pandemia-covid-19

Marque uma sessão Gratuita

Suas informações foram enviadas com sucesso!