AUTOSSABOTAGEM

Sabotagem s.f. Ação ou efeito de sabotar (prejudicar). 

Ação de provocar prejuízos ou danos, tentando desta forma, impedir o funcionamento...[1]

composing-2391005_1920.jpg
discordance-798855_1920.jpg

A repetição de comportamentos, passa a ser um problema quando automatizamos coisas que nos fazem mal. Que passam a ter conotações sérias quando temos momentos de explosão, e em seguida percebemos que nos trouxeram consequências funestas, constatamos o fim de relacionamentos com determinadas atitudes explosivas. Muitas vezes, não temos o autocontrole e, muitas vezes não conseguimos parar, quando percebemos já explodimos novamente. Por que fazemos isso?

Isso é autossabotagem. Nós estamos nos autossabotando. Tais comportamentos podem ocasionar destruição em vários seguimentos, por exemplo: amoroso, profissional, a repetição continua pode acarretar a perda de um amor, trabalho de uma empresa. A pessoa se sente frustrada e geralmente não percebe a responsabilidade dos seus atos, comportamentos.

despair-3351811_1920.jpg

É muito comum como a autossabotagem se repete e acaba se tornando um círculo vicioso, por exemplo: observe um casal, onde o marido agride a mulher, ou vice-versa. As agressões se tornam cada vez mais frequentes e não raras vezes, culmina com o fim do relacionamento. Após a separação em novo relacionamento, é muito comum repetir-se os mesmos comportamentos: início de um novo ciclo.

Isso acontece por que a mente está acostumada à vida de agressividade, situação esta que pode ter sido vivenciada na infância, a pessoa “cresce” acreditando que é normal. E isso pode inclusive se transmitir de gerações em gerações. É uma crença. Isso mesmo, é mais uma “crença limitante”.

 

A pessoa nasceu, cresceu vendo desavenças e acha aquilo normal, que faz parte da vida. Acomoda-se. Não quer mudar. 

 

No geral a grande verdade é que, mudar é a parte difícil, melhor não sair da “zona de conforto”. Melhor continuar como está.

destroyed-houses-2663558_1920.jpg

Temos tendência na repetição de padrões vividos na infância, mesmo que esses padrões estejam prejudicando a vida atual.

Termos consciência de que há uma repetição do padrão de comportamento na sua vida, já é o primeiro e mais importante passo para que a mudança aconteça. Torna-se desnecessário, trocar o relacionamento, repetindo os mesmos erros. 

 

Citando ainda, como exemplo: emprestar dinheiro para aquele “amigo” que nunca paga, que não temos coragem de dizer “não”.

 

Exemplos são infindáveis, vejamos também: passar as tardes de domingo largado no sofá, vendo televisão, quando a promessa mil vezes era sair com a esposa e/ou filhos, ir ao clube, ao cinema, jogar bola com amigos, enfim. Perceba que, nessa situação, encontramos milhares de pessoas com as suas vidas infelizes todos os dias pela repetição.

 

A pessoa sente a necessidade inconsciente de repetir um comportamento mesmo que destrua a felicidade ou a vida de alguém. Sabe aquela pessoa que não consegue administrar o seu tempo? Que sabe as tarefas que precisa fazer, mas simplesmente não consegue colocar a vida em ordem. Chamamos isso de “Procrastinação”! 

 

A procrastinação caminha junto com a autossabotagem. Sabemos o que é preciso fazer; mas quase sempre deixamos para depois, seguindo com os mesmos hábitos diariamente.

 

Sabe aquela máxima? “Não deixe para amanhã o que se pode fazer hoje”. É verdadeira! Inúmeras situações podem ser desfavoráveis à sua realização no dia seguinte. 

 

Na grande maioria das vezes, não é fácil, reconhecer ou admitir que temos esses comportamentos negativos. É difícil!

Temos que parar (Stop), interromper o circulo vicioso. O novo sempre assusta e causa insegurança, mas ao final valerá a pena. 

Vale a reflexão.

Tem a sensação de repetir um círculo vicioso?

Isso é autossabotagem.

Por que repetimos, sempre as mesmas coisas?

Por que aprendemos que esse era o jeito certo de fazer.

Está na hora de mudar, interromper o círculo. Fazer aquela viagem interior, do autoconhecimento e eliminar crenças limitantes.

business-3188128_1920.jpg

Por oportuno,navegue pelo site e veja um excelente artigo, sobre autoconhecimento e crenças limitantes.

Ficou interessado (a) no assunto?

Quer saber mais/

Aguardamos seu contato!

 

"Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente. Quem sobrevive é o mais disposto à mudança" 

Charles Darwin

[1] https://www.dicio.com.br/pesquisa.php?q=autossabotagem

[2] https://www.dicionarioinformal.com.br/autossabotagem/

https://www.soportugues.com.br/secoes/acordo_ortografico/acordo_ortografico6.php

Escreva uma Avaliação
Avalie Nossos Serviços
Você nos recomendaria aos seus amigos?

Obrigada pelo envio!

Marque uma sessão Gratuita

Suas informações foram enviadas com sucesso!