AUTO CONHECIMENTO

O QUE É?

A palavra já é em si autoexplicativa, uma vez que auto: é próprio e, conhecimento: é o ato de conhecer, ter ciência.

Vale a pena aprofundarmos um pouco mais nesta seara que é apaixonante.

self-knowledge-2817857_1920.jpg
bustos-756620_1920.jpg

A necessidade de se conhecer remonta desde a antiguidade, desde os tempos dos grandes pensadores, dos filósofos.

Creio que todo individuo já ouviu a celebre frase: “Conhece-te a ti mesmo”

"Conhece-te a ti mesmo" é um aforismo[4] grego que revela a importância do autoconhecimento, sendo uma frase bastante conhecida no ramo da Filosofia. 

Muito embora vários autores atribuam a autoria da frase ao sábio grego Tales de Mileto. Existem teorias que afirmam que a frase foi dita por Sócrates, Heráclito ou Pitágoras.[5]

philosophy-2603284_1920 (2).jpg
smartphone-1618909_1920 (2).jpg

O certo é que, pela incessante busca no intuito de descobrir mais sobre a essência humana, temos a oportunidade de mergulhar num mundo misterioso e infinito que é a verdade de cada um.

Sim, o autoconhecimento é a viagem para dentro de si mesmo para descobrir a verdade, de cada um.

human-skeleton-163715_1280.jpg
universe-2935936_1920.jpg

Vivemos num mundo, hoje tão globalizado que muitas vezes nos perdemos, e nem sequer temos tempo para nos questionar. 

Quem sou eu? O que quero? Sou feliz? O que me motiva? Amo e sou amada? O que realmente me faz feliz? O que me emociona? Estou fazendo ou realizando as coisas certas? Quais são meus desejos? O que quero para o futuro?

question-1015308_1920.jpg
questions-1014060_1920.jpg

Enfim, são inúmeros questionamentos que nos deixam tristes, angustiados, impotentes.

Na grande maioria das vezes, chegamos até aqui motivados pelas gerações anteriores, seguimos os caminhos impostos pelas famílias, e a sociedade. Adquirimos costumes e crenças que nos limitam, nos acorrentam, nos amarram e que nós carregamos por toda vida. Que nos transformam em seres, oprimidos e depressivos.

mental-health-3285625_1280.png

Por oportuno, sobre “Crenças Limitantes”, registramos uma pequena abordagem em outra página. Acesse e veja mais!

decision-1013752_1920.jpg

É necessário fazer a viagem interior para separar o “joio do trigo”, ou seja, separar os negativos e os positivos

maze-2264_640.jpg

Somente através dessa viagem para dentro de si mesmo, quando adentramos no  desconhecido labirinto, com coragem e determinação, é que podemos descobrir quem somos de verdade.

COMO?

deep-thought-1296377_1280.png
checklist-1622517_1920.png

Sugiro fazer uma lista de dez itens.

 

De um lado, escreva 10 qualidades e de outro lado, 10 defeitos sobre si mesmo.

question-2519654_1280.png

Qual lista foi mais fácil de completar?

 

Não se preocupe se identificou mais as coisas negativas.

 

Do mesmo modo, não se preocupe se identificou mais positivas, e não se rotule ou se deixe rotular por presunçosa (o), esnobe, egocêntrica (o). Isso não é uma verdade!

question-679997_1920.jpg

É um teste para ampliar o autoconhecimento,  para ter consciência de quem você é de verdade. É o momento de avaliação tanto dos pontos positivos quanto os negativos, é dessa forma que você conseguirá mudar o que te incomoda ou que te faz sofrer, que te deixa para baixo; procure valorizar os pontos positivos, que na grande maioria das vezes está escondido, oculto, devido as críticas, e cobranças, tanto do meio interno como do externo, que deixamos cair no esquecimento; é a forma de levantar a autoestima.

Continue, separe nas listas e enumere: Características internas, ou seja, que você reconhece.

De outro lado, as características externas, que são as opiniões de outras pessoas. 

equilibrist-1831016_1920.png
head-3614463_1920.jpg

Compare-as.

 

Há um equilíbrio entre elas ou você tende mais para um lado?

Está na hora de mudar, de perceber o que te impede alcançar, metas, objetivos, enfim, de ser pleno.

overcoming-2127669_1920.png
clouds-2709663_1920.jpg

Por outro lado, se reconheceu mais os seus pontos positivos, significa que é autoconfiante; capaz de alcançar o que deseja; não precisa da opinião alheia; independe de aprovação. É capaz, tem autoconhecimento para se aprovar, se aceitar e sobretudo, para se amar.

Isso é muito valioso, pois, quando nos amamos, a nossa capacidade de amar o outro é infinitamente maior. Sentimo-nos mais leves, livres de quaisquer amarras que impeçam o nosso crescimento, o nosso desenvolvimento em qualquer âmbito, seja, pessoal, amoroso, financeiro, entre outros.

winning-1529402_1920.jpg

Existem pessoas que, para serem felizes precisam do reconhecimento dos outros, ou seja, se alimentam. Vale uma reflexão: O que te alimenta, seja emocional ou intelectualmente?

De acordo com Heloisa Capelas[6], “É muito comum encontrar pessoas que ficam sentadas esperando que os outros as amem, respeitem, considerem e, para isso, usam alguns recursos: compram presentes, são boazinhas, mandam cartões, lembram do aniversário. Tem também aqueles que, quando obtêm sucesso profissional, por exemplo, correm para contar a todos porque necessitam do reconhecimento. Alimentar-se significa fazer tudo isso, mas, antes, para si mesmo.”

 

“Você quer reconhecimento dos outros? Comece a se reconhecer. Você quer o amor dos outros? Comece a se amar. Isso, para mim, é cuidar de si. É perceber: “o que eu desejo dos outros? O que é necessário para eu ser feliz?”. Hipoteticamente, imagine o que deveria acontecer para você ser bem feliz e pergunte-se: o que você está fazendo para que isso aconteça?”

 

“Saiba que tudo se realiza, inicialmente, dentro de nós. Então, primeiro eu preciso ser rica dentro de mim, primeiro preciso ser amorosa dentro de mim, ser reconhecida dentro de mim, respeitosa dentro de mim…”

 

“Tudo isso é alimento. É o que estou colocando dentro de mim para ser a usina geradora da minha própria felicidade. O que eu gerar é o que eu vou atrair.”

 

“Assim, se você tem amor por si, atrairá o amor. Aliás, como é mesmo que se desenvolve amor por si? Olhe como é que você desenvolve amor pelas pessoas. Não é prestando atenção a elas, vendo o que fazem e que você gosta, tudo o que lhe faz bem? Não é admirando o comportamento delas, achando que são bacanas?”

forest-3885329_1920.jpg

O autoconhecimento, é o caminho para uma limpeza interna profunda, para se desatar dos nós emocionais, medos, inseguranças, autocriticas, ansiedades, dificuldades de relacionamentos, enfim, é o passo para libertação, para a transparência e por consequência assumir as rédeas de liderar a si mesmo.

Heloisa Capelas, enfatiza que: “Nesse caminho você começa a encontrar as respostas sobre sua verdade e a aprender como se posicionar no mundo com mais segurança, desenvolver relações saudáveis e, principalmente, amor-próprio para ser quem você é com o seu melhor.”

 

“Nos dias de hoje, autoconhecimento, autoconsciência e liderança interna são temas que estão cada vez mais presentes em nossas vidas, seja no universo profissional, seja na vida pessoal. Em diversas partes do mundo, especialistas discutem a importância desses atributos e exploram novas possibilidades emocionais e comportamentais como bases imprescindíveis para um futuro sustentável.”

 

“Isso significa que o sucesso está e estará nas mãos de pessoas que aceitaram e venceram o desafio de conhecer a si mesmas. Ao identificar as próprias habilidades e dificuldades, esses indivíduos conquistaram a possibilidade de modificar e gerir emoções e comportamentos, o que os torna amplamente capacitados. Ora, se há tanto reconhecimento positivo nesta conquista, por que há pessoas que resistem ou demonstram baixo interesse em investir nessa competência?”

fog-1208283_1920.jpg

Capelas, alerta ainda que, “A trajetória que leva ao autoconhecimento é longa e ininterrupta, o que pode servir de desculpa para quem tem receio de desvendar-se, por qualquer motivo que seja. E para começar a trilhar esse caminho, a primeira pergunta é: “Qual é a minha verdade?”.”

Será que o que vivo, é a minha verdade? 

 

Como mencionei anteriormente, muitas vezes nos tornamos não o que queremos, mas o que nos foi imposto, até de forma imperceptível.

networks-3017395_1920.jpg
question-25527_1280.png

Somos produtos do meio que nascemos, que vivemos, ou seja, nos tornamos aquilo que foi programado para nós, pelos nossos pais, ou até mesmo pelos paradigmas criados por nós mesmos, pelas crenças inquestionáveis, e que sem que percebêssemos permitimos que nos acompanhassem vida afora. São conceitos criados pelos nossos antecessores através de gerações e gerações que tomamos como verdade, e até achamos normal.

Até o momento daquele insight; começamos a ficar insatisfeitos, angustiados, entender que algo está errado, “fora do prumo”. É a hora de voltar para dentro de si mesmo e buscar respostas, analisar e concluir.

woman-2944070_1920.jpg
head-3269125_1920.png

De quem são estas crenças? São minhas ou já existiam? Se existiam, de onde vieram? Por que sigo essas crenças? Averígue.

Encontrando respostas, você terá a oportunidade de descobrir quem realmente é, de se autoconhecer. 

woman-2098098_1920.jpg

Entenderá que pode e deve se amar como é, e consequentemente espalhar esse amor para todos, de forma universal.

Bora fazer esta viagem? 

 

 

 

 

 

Gostou do artigo?

Deixe seu comentaário.

 

Duvidas? 

Entre em contato!

traffic-lights-466950_1920.jpg

Autoconhecimento, é o conhecimento de sua essência, possibilita pleno domínio de si mesmo, de seus atos, pensamentos, crenças, desejos, frustrações, esperanças, força, coragem.

 

De posse desse domínio, saberá quem é verdade, poderá traçar e planejar seu caminho focando na melhor forma de dirigir a sua vida e alcançar as suas metas.

sky-2667455_1920.jpg

[1] http://michaelis.uol.com.br/busca?id=Olq5

[2] https://dicionariodoaurelio.com/auto-conhecimento

[3] Fonte: DANTAS, Gabriela Cabral da Silva. "Autoconhecimento"; Brasil Escola. Disponível em . Acesso em 02 de janeiro de 2019.

[4] Aforismo é um texto breve que enuncia uma regra, um pensamento, um princípio ou uma advertência.    https://www.significados.com.br/aforismo/

[5] https://www.significados.com.br/conhece-te-a-ti-mesmo/

[6] Heloísa Capelas é diretora do Centro Hoffman no Brasil. Especializada há mais de 20 anos no desenvolvimento do potencial humano por meio do Autoconhecimento e do aumento da Competência Emocional. Conferencista nacional e internacional, aplica cursos com a metodologia Hoffman, considerada por Harvard um dos trabalhos mais eficazes de mudança de paradigmas para líderes. Coautora dos livros “Ser + Inovador em RH”, “Ser + em Gestão de Pessoas” e “Master Coaches - Técnicas e relatos de mestres do coaching".

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon
  • Instagram Social Icon

Marque uma sessão Gratuita

Suas informações foram enviadas com sucesso!